Sábado, 1 de Agosto de 2009
Os teus olhos...

 

São uns olhos verdes, verdes,
Uns olhos de verde-mar,
Uns olhos cor de esperança,

Uns olhos que me fazem sonhar.
São como duas esmeraldas,
Iguais na forma e na cor,
São verdes da cor do prado,
Que exprimem enormes paixões,
Tão facilmente se inflamam,
Tão meigamente derramam

Fogo e luz

Fios de lágrimas;

São uns olhos verdes, verdes,
Que podem também brilhar;
Não são de um verde embaçado,
Mas verdes da cor do prado,
E verdes da cor do mar.
Como se lê num espelho,
Pude ler nos teus olhos!
Os olhos mostram a alma,
Também refletem os céus;

São uns olhos verdes, verdes

Os olhos do meu coração!

 



publicado por Sheila às 17:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 30 de Julho de 2009
Pensamento de momento...

 

"Amamos de verdade

quando nos apaixonamos

 pelos defeitos,

pois não importa a intensidade

das qualidades,

se um defeito for pesado demais

o amor não consegue andar para frente."

 

Sidney R. F. Queiroz

 

... como concordo!!

 



publicado por Sheila às 02:26
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito

Sábado, 30 de Maio de 2009
O Jogo dos Sentimentos

 

"Uma vez, reuniram-se todos os sentimentos, qualidades e defeitos dos homens num lugar da terra.

Quando o ABORRECIMENTO começou a reclamar pela terceira vez, a LOUCURA, como sempre tão louca, propôs-lhe: - Vamos brincar ao esconde-esconde?

A INTRIGA levantou a sobrancelha intrigada e a CURIOSIDADE, sem poder conter-se, perguntou: - Esconde-esconde? Como é isso?

- É um jogo, explicou a LOUCURA, em que eu fecho os olhos e começo a contar de um a um milhão enquanto vocês se escondem, e quando eu tiver terminado de contar, o primeiro de vocês que eu encontrar ocupará o meu lugar para continuar o jogo.

O ENTUSIASMO dançou juntamente com a EUFORIA. A ALEGRIA deu tantos saltos que acabou por convencer a DÚVIDA e até mesmo a APATIA, que nunca se interessava por nada. Mas nem todos quiseram participar! A VERDADE preferiu não esconder-se. - Para que, se no final todos me encontram? - Pensou.

A SOBERBA achou que era um jogo muito tonto e a COBARDIA preferiu não arriscar-se.

- Um, dois, três, quatro... - Começou a contar a LOUCURA.

A primeira a esconder-se foi a PRESSA, que como sempre caiu atrás da primeira pedra do caminho. A FÉ subiu ao céu e a INVEJA escondeu-se atrás da sombra do TRIUNFO, que com o seu próprio esforço tinha conseguido subir ao cimo da árvore mais alta.

A GENEROSIDADE quase não conseguiu esconder-se, pois cada local que encontrava, lhe parecia maravilhoso para algum de seus amigos: Se era um lago cristalino, ideal para a BELEZA. Se era a árvore mais alta, perfeito para a TIMIDEZ; Se era o vôo de uma borboleta, o melhor para a VOLÚPIA; Se era uma rajada de vento, magnífico para a LIBERDADE. E assim, acabou escondendo-se num raio de sol.

O EGOÍSMO, ao contrário, encontrou um local muito bom desde o início. Ventilado, cômodo, mas apenas para ele. A MENTIRA escondeu-se no fundo do oceano (mentira, na realidade, escondeu-se

atras do arco-íris) e a PAIXÃO e o DESEJO, no centro dos vulcões. O ESQUECIMENTO, não me recordo onde escondeu-se, mas isso não é o mais importante. Quando a LOUCURA estava lá pelo 999.998, o AMOR ainda não tinha encontrado um lugar para esconder-se, pois todos já estavam ocupados, até que encontrou uma rosa e, carinhosamente, decidiu esconder-se entre as flores.

- Um milhão! - terminou de contar a LOUCURA e começou a busca.

A primeira a aparecer foi a PRESSA, apenas a três passos de uma pedra. Depois, escutou-se a FÉ a discutir com DEUS, no céu, sobre zoologia. Sentiu vibrar a PAIXÃO e o DESEJO nos vulcões. E por um descuido, encontrou a INVEJA e claro, pode deduzir onde estava o TRIUNFO.

O EGOÍSMO, não teve nem que procurá-lo. Ele sozinho saiu disparado do seu esconderijo, que na verdade era um ninho de vespas. De tanto caminhar, sentiu sede e ao aproximar-se de um lago, descobriu a BELEZA. A DÚVIDA foi mais fácil ainda, pois encontrou-a sentada sobre uma cerca sem decidir de que lado é que ia esconder-se. E assim foi encontrando todos: O TALENTO entre a erva fresca, a ANGÚSTIA numa cova escura, a MENTIRA atrás do arco-íris (mentira, estava no fundo do oceano) e até o ESQUECIMENTO, que já se tinha esquecido que estava a brincar de esconde-esconde.

Apenas o AMOR não aparecia em lado nenhum. A LOUCURA procurou atrás de cada árvore, debaixo de cada rocha do planeta e em cima das montanhas. Quando estava quase a dar-se por vencida, encontrou um roseiral. Pegou numa forquilha e começou a mover os ramos, quando, no mesmo instante, escutou-se um doloroso grito. Os espinhos tinham ferido o AMOR nos olhos. A LOUCURA não sabia o que fazer para desculpar-se. Chorou, rezou, implorou, pediu e até prometeu ser seu guia.

Desde então, desde que pela primeira vez se brincou de esconde-esconde na terra: O AMOR é cego e a LOUCURA acompanha-o sempre."

 

Este texto tem muitos anos já, mas contínua a ser uma delicia e não podia deixar de o incluir aqui no meu cantinho!

Tenham um excelente fim de semana!

 



publicado por Sheila às 02:35
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Sexta-feira, 29 de Maio de 2009
Acreditas?

Acredito nas pessoas!

Acredito especialmente naquelas em que

habita algo mais que a Humanidade!

Acredito nas pessoas

que por vezes confundimos com anjos

e que entram nas nossas vidas

e preenchem o nosso espaço com

pequenas alegrias e grandes atitudes!

Acredito nas pessoas

que não precisam de fazer jogos

para conseguir o que buscam,

porque os seus desejos realizam-se

pelas suas acções e reações

e não pelos seus caprichos!

Acredito nas pessoas

que vivem a vida com a mesma

intensidade de um grande amor!

Acredito nas pessoas

que passam pelo mundo e deixam

as suas marcas, lembranças, saudades

e não apenas rastros!

Acredito nas pessoas

que habitam o perfeito universo,

e a perfeita ordem que nele existe...

Pessoas de Alma limpa e puras de coração!

 E tu em que é que acreditas?

 



publicado por Sheila às 00:55
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

Domingo, 24 de Maio de 2009
Desejos...

  

 

Que tenhas de tudo um pouco.

 

Sensibilidade: para não ficares indiferente perante as belezas da vida

Coragem: para colocares a timidez de lado e poderes realizar o que tens vontade

Solidariedade: para não ficares neutro diante do sofrimento da humanidade

Bondade: para não desviares os olhos de quem te pede ajuda

Tranquilidade: para quando chegares ao fim do dia, poderes deitar e dormir o sono dos anjos

Alegria: para a poderes distribuir, colocando um sorriso no rosto de alguém

Humildade: para reconheceres aquilo que não és

Amor próprio: para compreenderes as tuas qualidades e gostares do que vês por dentro

: para te guiares, te sustentares e te manteres de pé

Sinceridade: para seres verdadeiro, gostares de ti mesmo e viveres melhor

Felicidade: para descobri-la dentro de ti e doa-la a quem precisar

Amizade: para descobrires que, quem tem um amigo, tem um tesouro

Esperança: para te fazer acreditar na vida e te sentires uma eterna criança

Sabedoria: para entenderes que só o Bem é que deve existir, e que o resto é ilusão

Desejos: para alimentares o teu corpo, dando prazer ao teu espírito

Sonhos: para poderes, todos os dias, alimentar a tua alma

Amor: para teres alguém para amar e te sentires amado. Para desejares tocar uma estrela, sorrir pra lua. Para sentires que a vida é bela, andando pela rua. Para descobrires que existe um sol dentro de ti. Para te sentires feliz a cada amanhecer e saber que o Amor é a razão maior... para viver. E se não tiveres um amor, para que nunca deixes morrer em ti, a procura e o desejo de o encontrares.

  



publicado por Sheila às 01:35
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito

Terça-feira, 19 de Maio de 2009
Ciúmes!

  

 

O ciúme é como uma figura de um baralho de cartas no jogo dos relaccionamentos!

 

Numa relação a dois temos inicialmente o naipe de copas. Há um rei e uma rainha.

Às vezes intromete-se um valete chamado ciúmes! Chegam com o naipe das espadas, sejam eles damas ou duques, mas as copas tentam sempre ter o trunfo na mão, um certo poder ou o ás da sedução e do desejo, ou o ás de ouros da confiança que o valete, seja de que naipe for, não conseguirá abalar!

 

Nas relações de amizade e entre várias cartadas e jogos baralham-se as cartas, entre duques, ternos, quadras, senas, manilhas ou ases, poderá haver um valete (ou uma dama) chamado ciúmes. Tempos passam em que cartas do mesmo naipe se unem em cartolinas amarelecidas pelo tempo e nada mais as separa, mas por vezes o baralho da amizade também fica parado num estojo, guardado numa mesinha de jogo forrada a tecido verde e já ninguém joga! Tudo porque um valete ou uma dama, de paus ou de espadas prevaleceu e conseguiu atingir todas as outras.

 

Há sempre a esperança de um tão esperado dia em que novas mãos recolhem as cartas, querendo aprender o jogo, e duques, ternos, quadras, quinas, senas, manilhas, ases, reis e rainhas regressam à dança de mão em mão, reavivando o que outroura um simples valete (ou dama) chamado ciúmes deixara adormecido.

  

No “jogo” dos relaccionamentos, tal como num baralho de cartas, todas elas são necessárias ao objectivo do jogo, cada uma com a sua pontuação é certo! Mas no jogo dos afectos não pode haver valetes ou damas que prevaleçam, mesmo que apareçam nos quatros naipes de um simples baralho de cartas!

  

Os amigos não se perdem... se deixaram de o ser é porque nunca o foram!

 



publicado por Sheila às 21:43
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

Quinta-feira, 14 de Maio de 2009
Rescaldo de um Dia Feliz :)

 

 

E a vida é mesmo feita de momentos! O dia de ontem foi pleno de momentos bons, doces, divertidos, emotivos e muito felizes!

E a Felicidade é como um puzzle....

Todos os dias colocam-se peças no grande puzzle da vida, como por exemplo os afectos e as nossas emoções... se há dias em que descobrimos que há peças que não encaixam em lado nenhum há outros em que encontramos à primeira as peças que encaixam na perfeição! E foi isso que senti ontem... uma enorme Felicidade... e que é:

 

               ... ter amigos como vocês!

 

                    ... um sentimento que se multiplica à medida que é dividido!

 

O primeiro voto de parabéns chegou-me por skype às 23h05... do amigo Carlos que está na Holanda... e uns minutos depois do Pedro que está no Reino Unido! Lá já era dia 13...

 

Por terras lusas, e embora só tenha nascido às 2h45 da manhã... logo às 0h10 de 13/5/2009 começou a chuva de mensagens por telemóvel, skype, msn e hi5.

Deitei-me e senti-me abençoada pela vida!

Este sentimento que nos aquece a alma e o coração manteve-se durante o dia com os telefonemas, as sms's, os abraços, os beijinhos, os comentários aqui no blog... tão bom!!

Mais uma vez agradeço o carinho, a ternura e os miminhos que me dedicam e acima de tudo o privilégio de poder partilhar a vossa amizade!

 

Além dos mimos bons e palavras meigas... também recebi prendas lindas e que aqui partilho convosco... agora... ao vivo e a cores... tcha nan  

 

Prenda dos amores da minha vida...

 

 

... hummm divinal e que partilho convosco! :)

 

... duas peças especiais acompanhadas de um cartão especial...

 

da Mariana, Rute e Timon... :)

 

 

e como apreciadora que sou de livros...

mais uns para colocar na minha lista :)

 

 

Além destes presentes lindos e que eu adorei :), não posso deixar de salientar outros dois que recebi, que não foram materiais, mas foram hiper e ultra especiais... um postal de um amigo que atravessa uma fase menos boa da sua vida, mas que caminha a passos largos para dar a volta e dar a oportunidade à vida e à felicidade! ... o outro presente foi um email lindo, meigo e com um convite que me encheu a alma e me fez sorrir pelo carinho, pela confiança e pela amizade que me transmitiu... é um amigo aqui do blog, e a quem envio um beijinho muito grande!

 

O fim de tarde e jantar foi passado com os meus papás, que dentro de dias regressam ao Algarve  e o final de noite culminou com a presença dos amigos do coração, que não deixaram de estar comigo e de me mimar. Gosto muito de vocês Amigos e quero-vos na minha vida para Sempre! Beijo grande para vocês...

Ahhh mas ainda houve tempo para fazermos planos para uns dias de lazer em Junho... porque esta foi a prenda de aniversário de casamento que ofereci ao meu maridão...

 

   

E para já a preferência vai para a "Quinta do Burgo", em Amares pertinho do Gerês... (a 20km de Braga lol)... http://www.quintadoburgo.com/estrutura.html

A quem já conhecer... aproveitava para pedir feedback lol

 

E olhem... foi um dia bem passado, super emotivo e ultra feliz! Fica agora na minha memória e será um dia a recordar sempre... porque a vida é feita de momentos... e se forem felizes que mais podemos desejar??

 

Beijos Doces!

 

 



publicado por Sheila às 16:51
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito

Terça-feira, 12 de Maio de 2009
Cumplicidades...

... via msn, ao final da manhã numa reunião que estava a ter com o banco Santander...

 

Rui diz: Olá mor, linda!

Sheila diz: Olá meu amor!

(...)

Sheila diz: o menino já fez os tpc's? lol

Rui diz: Só agora cheguei a casa

Rui diz: vou pegar agora

Sheila diz: xiii q andaste a fazer?

Rui diz: compras

Rui diz: para casa e para o meu amor +lindo

Rui diz: ehehe

Sheila diz: llooll

Sheila diz: ena ena

Sheila diz: o desemprego anda a fazer-te bem!

Sheila diz: ahahah

Sheila diz: pela 1ªvez não me perguntaste o que eu queria de prenda lol

Rui diz: pois o tempo que tenho vago tb ajuda

Rui diz: lol

Rui diz: já encomendei o teu bolo :P

Rui diz: não vás encomendar 1

Rui diz: lol

Sheila diz: pois nem me lembrei disso acreditas!

Rui diz: eu não me esqueço de ti!

Rui diz: que pensas!!

Sheila diz: e encomendaste para o jantar com os meus pais ou para casa?

Sheila diz: eu sei que não te esqueces! :)

Rui diz: tá tudo tratado!

Rui diz: não te preocupes...

Sheila diz: és o meu companheiro lindo :)))

Sheila diz: e eu amo-te muitoo

Rui diz: lol

Rui diz: e eu a ti do fundo do meu coração!

 

 

«Num casal,

talvez o mais importante

não é querer tornar o outro feliz,

mas tornar-se feliz

e oferecer-lhe essa felicidade.»

Jacques Salomé

 

O Amor é lindo! E este é o meu

 


sinto-me: amada

publicado por Sheila às 14:51
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

Segunda-feira, 11 de Maio de 2009
Amor e Amizade

 

 

Perguntei a um sábio,
a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado
e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.

William Shakespeare

 

Se o amor for grande... a espera não será eterna, os problemas não serão dilemas,e a distância será vencida.
Se a compreensão insistir, as brigas irão fortalecer-nos. Os factos irão fazer-nos rir, e os diálogos marcar-nos-ão.
Se o respeito prevalecer, os carinhos serão doces e suaves, os beijos profundos e cheios de valor, e os abraços calorosos e confortantes.
Se a confiança existir, a dúvida extinguir-se-á, as perguntas serão respondidas, e as palavras poderão ser ditas.
Talvez não seja um amor eterno. E não é um amor doentio. Nem um amor ideal. Mas um amor verdadeiro.
Aquele que vence as barreiras Impostas pela vida e pelas ocasiões.
Aquele que não teme a escolha.
E faz a opção de simplesmente Ser intensamente vivido.

 

Textos que já têm tanto tempo, que tinha no meu Hi5, mas que por mais tempo que passe continuam a estar tão actuais e a serem tão verdadeiros!

 


sinto-me: desiludida com um amigo

publicado por Sheila às 12:17
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

Quarta-feira, 6 de Maio de 2009
Amor e Paixão...

 

 

 

Para mim o AMOR e a Admiração andam de mãos dadas.

Admiro pessoas inteligentes, tolerantes, meigas, com sentido de humor e com valores! Seria incapaz de amar alguém que não admirasse! Alguém com quem sinta um particular orgulho por estar ao seu lado. Há sempre algo na pessoa que amamos que está de uma certa forma acima de nós, talvez uma característica que não temos (mas que gostaríamos de ter), um determinado padrão de comportamento que nos faz sentir um genuíno orgulho todos os dias.

Amor é uma emoção que surge na nossa vida, que por vezes vem de mansinho, que aparece ser pedir licença e que se vai alimentando de encontros, de conhecimento mútuo, de pequenos afectos e mimos e se vai sedimentando num sentimento mais forte. Muitos amores fracassam, outros resistem às agruras da vida, às depressões pessoais.

O amor não se procura... não nos bate à porta... simplesmente acontece no decorrer e do edificar de uma amizade, de uma partilha de conhecimentos...

Por vezes o amor acontece e nem sempre é recíproco. Às vezes, amamos quem nunca nos irá amar de volta, e vice versa. Muitas vezes o amor acontece e é recíproco quando ambos tem disponibilidade interior. Porque sim, o amor transtorna-nos completamente, obriga-nos a reestruturarmo-nos e a deixar que alguém invada a nossa intimidade. O amor alimenta-se de estabilidade interior. Simplesmente não acontece na vida de quem mantém dependências afectivas porque em vez de amarem, apenas transferem carências emocionais para o outro, sem o amar verdadeiramente pelo que é.

O amor não entra nem sai do coração. Não há uma porta que se abre para um novo amor, nem uma porta que se fecha e impede o amor de acontecer.

O amor sente-se no coração mas acho que o amor não está só no coração!

O amor está nos nossos cinco sentidos, na forma como vemos, ouvimos, tocamos, provamos, cheiramos e sentimos o outro. O amor está nos sentidos, que chegam até ao nosso cérebro que traduz os estímulos visuais, auditivos, tácteis, gustativos, olfactivos, em emoções, ideias, pensamentos, sentimentos, partilhas, cedências, vivências…

Amor é uma partilha intensa de afectos e é imprescindível nas nossas vidas... um sentimento que nos preenche em pleno.

 

A PAIXÃO e a Atracção complementam-se! São sentimentos puramente fisicos. Não há nada de mais excitante que os ínicios de relações... aquele jogos de sedução que se criam à volta do desejo fisico e da atração. Todas as pessoas acham uma certa piada em seduzir e em serem seduzidas. É óptimo desejar e ser-se desejado mesmo que de uma situação efémera se trate... A paixão alimenta-se de olhares prolongados que transmitem o que as palavras não sabem... alimentam desejos fugazes e insaciáveis..

A paixão, quando surge, é sempre avassaladora e malvadamente monopolizadora. Há um flash que nos cega repentinamente e faz-se luz: a paixão entra na nossa alma e tudo o resto deixa de ter sentido. Vivem-se dias de intensa euforia ou de grande angústia da perda. Damo-nos conta que não conseguimos viver sem essa paixão e que todo o nosso mundo gira à sua volta.

Numa paixão correspondida é a beleza e o fascínio que ditam as regras .Mas a paixão é fugaz... um belo dia a paixão de um dos lados acaba e surge com o fim do júbilo, a mais dolorosa agonia. O sentimento é que tudo se desmoronou à nossa volta. É o vazio profundo a contrastar com um vulcão aceso e ardente que consome por dentro.

 

Será que o O AMOR e a PAIXÃO andam de mãos dadas? Será que primeiro sentimos paixão e depois amor? Ou será que o amor nasce da amizade e não da paixão?

Considero que ambas as situações podem acontecer... mas que um amor que nasce de uma verdadeira amizade é por ventura o que perdure mais...

 

Uma situação comum entre o Amor ou a Paixão é que ambos podem fracassar! Superar uma paixão ou um amor não é nada fácil. É preciso dar muito tempo ao tempo para que todas as feridas sejam tratadas e relambidas e possam assim cicatrizar. É preciso conseguir preencher o vazio de nós e ganhar forças suficientes para conseguirmos abrir o coração de novo. Na verdade, não há paixões insuperáveis, nem amores mal resolvidos, o que há é um grande medo de voltar a viver, de voltar a ser vulnerável e de dar uma nova oportunidade, a alguém imperfeito como nós e que poderá voltar a magoar-nos. É muito mais fácil colocar um amor ou uma paixão no altar da nossa memória, idolatrá-la perpétuamente do que enterrá-la no passado e voltar-se para o mundo de coração aberto. Às vezes, é simplesmente um encarar da realidade: a pessoa que tínhamos endeusado ou idealizado, afinal não corresponde às nossas (altas) expectativas. Muitas vezes o problema das relações de hoje é que as pessoas, para admirarem alguém, precisam de capacidades ou comportamentos cada vez mais elevados; necessitam que o outro corresponda a critérios cada vez mais exigentes, tanto em termos de beleza física como em intelectualidade e inteligência, além de um sem fim de aptidões e qualidades.Cada vez menos, as pessoas se prendam porque andam em busca de um ser perfeito para admirar que existe apenas na sua imaginação, porque muitas pessoas, comparando-se aos padrões de beleza e de excelência da sociedade moderna, sabem que não têm hipótese e simplesmente desistem de se mostrarem e de se fazerem amar.

 

Mas todos precisamos de afecto. O amor é imprescindível na nossa vida, sim! A paixão é fugaz e física. Sofremos mais quando um amor se esgota, ou quando sentimos a sua falta... mas o Amor é um sentimento que surgirá de novo e nos fará renascer!

 

Haja abertura para permitir a entrada de afectos presentes e amores futuros…

  



publicado por Sheila às 01:10
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito

Domingo, 3 de Maio de 2009
MÃE

 

 

Certo dia, uma mulher chamada Ana foi renovar a sua carta de condução. Quando lhe perguntaram qual era a sua profissão, ela hesitou. Não sabia bem como se classificar.

O funcionário insistiu: "o que eu pergunto é se tem uma ocupação, um trabalho."

"Claro que tenho um trabalho", exclamou Ana. "Sou Mãe!!"

"Nós não consideramos isso um trabalho. Vou pôr dona de casa", disse o funcionário friamente.

Uma amiga da Ana, a Marta, soube do que se passara e, durante algum tempo, meditou no assunto.

Num determinado dia, encontrou-se em situação idêntica. A pessoa que a atendeu era uma funcionária de carreira, segura e eficiente.

O formulário parecia enorme, interminável.

A primeira pergunta foi: "qual é a sua profissão?"

Marta pensou um pouco e sem saber bem como, respondeu:

"Sou doutora em desenvolvimento infantil e em relações humanas."

A funcionária fez um ar de estupefacção e Marta repetiu palavra por palavra a sua afirmação.

Depois de ter anotado tudo, a jovem ousou perguntar:  "Posso saber, o que é que a senhora faz exactamente?"

Sem qualquer hesitação, em tom firme, com muita calma, Marta explicou: "Desenvolvo um programa a longo prazo, dentro e fora de casa."

Pensando na sua família, ela continuou: - “sou responsável por uma equipa e já recebi quatro projectos. Trabalho em regime de dedicação exclusiva. O grau de exigência é de 12 horas por dia, por vezes mesmo de 24 horas."

À medida que ia descrevendo as suas responsabilidades, Marta notou um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que preencheu todo o formulário com os dados fornecidos.

Quando regressou a casa, Marta foi recebida pela sua equipa: três meninas de 13, 7 e 3 anos. Subindo ao andar de cima da casa, ouviu o seu mais jovem projecto, um bébé de seis meses, a ensaiar um conjunto de novas sonoridades.

Feliz, Marta tomou o bébé nos braços e pensou na glória da maternidade, suas múltiplas responsabilidades e horas intermináveis de dedicação...

"Mãe, onde estão os meus sapatos? Mãe, ajuda-me a fazer os deveres? Mãe, o bébé não para de chorar. Mãe, vai-me buscar à escola? Mãe, vai à minha aula de ballet? Mãe, compra-me…? Mãe...?"

Sentada na cama, Marta pensou: "se ela era doutora em desenvolvimento infantil e em relações humanas, o que seriam as avós?"

E logo descobriu um título para elas: doutoras-sénior em desenvolvimento infantil e em relações humanas. As bisavós, doutoras executivas-sénior. As tias, doutoras-assistentes. E todas as mulheres, mães, esposas, amigas e companheiras: doutoras na arte de tornar a vida melhor!

Num mundo em que se dá tanta importância aos títulos, em que se exige sempre especialização nas mais diversas áreas profissionais, o importante é tornarmo-nos especialistas na arte de amar.

 

Muitas Mães preocupam-se e sofrem por não poderem dar aos seus filhos o melhor de tudo!

Mas uma verdadeira Mãe dá sempre aos seus filhos o seu melhor !

 

Doce e Feliz Dia da Mãe!

 


sinto-me: Feliz por ser mãe :)

publicado por Sheila às 01:33
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito

Terça-feira, 21 de Abril de 2009
AMOR

 

Perguntou-lhe se era bonita; Ele disse que não...

Perguntou então se ele queria ficar com ela para sempre;

E ele disse que não...

Depois disse: E se eu morresse, chorarias?

E ele... sempre que não...

Quando ela ia para ir embora, chorando, ele agarrou no seu braço e disse:

Tu não és bonita: és LINDA;

Eu não quero ficar contigo para sempre: eu PRECISO de ficar contigo para sempre;

E se morresses... eu não choraria... eu morreria também contigo.. !

 


tags:

publicado por Sheila às 19:08
link do post | comentar | ver comentários (19) | favorito

* mais sobre mim
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!
* Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


* posts recentes

* O Amor...

* Cumplicidades

* SMS Românticas II

* E se...

* Sentidos...

* Completude

* Jogo de espelhos sem espe...

* Eternamente Tu

* 8 anos...

* Momentos de Amor

* SMS Românticas

* SIMPLICIDADE

* O Amor nunca acaba!

* Amor Maduro

* Pensamento

* Vida e Morte

* arquivos

* Maio 2013

* Novembro 2011

* Outubro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* tags

* todas as tags

* favoritos

* Chocolate

* Destino

* FoodScapes - Absolutament...

* O tempo voa...

* Escrever a Vida em Capítu...

* Afastamentos

* As Surpresas da Vida

* Momentos de Ternura

* A força da nossa vitória

* Orgasmo da Vida

* links
* Doces Miminhos
* pesquisar
 
* Doces Visitas (desde 9 MAR 2009)
Hit Counter
* Playlist


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

* Time



More Cool Stuff At POQbum.com

* Contador de Doces Refugiados
free counters
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!