Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009
O Rei Narigudo

 

 

 

"Tamerlão, um poderoso rei assírio dos séculos passados, era um soberano muito cheio de si e cônscio das deferências de que se julgava credor por parte de todos os súbditos.

Ele tinha uma particularidade física notável: um grande e monstruoso nariz, o que muito o aborrecia!

Por isso, jamais tinha-se deixado retratar.

Quando, porém, já estava velho, seu filho e sucessor, preocupado com a possível ausência da efígie do pai na galeria real, tanto instou que conseguiu dele a anuência em se deixar retratar. O monarca estabeleceu uma condição: só aceitaria o retrato, como sua estampa oficial, se encontrasse um artista que o pintasse a contento (naquele tempo os retratos eram feitos por pintores), e os artistas que não o agradassem seriam executados, conforme era tradição.

Aceite a condição, editais foram espalhados por todo o reino, convocando os artistas para a importante e temerária tarefa.

Não obstante o risco, três se apresentaram, para tentar o que seria a suprema obra de suas vidas, justamente os três melhores mestres da arte pictórica do reino.

O primeiro retratou o monarca tal e qual, com o narigão deformado e tudo. O rei, vendo o quadro acabado, embora admirando o génio artístico, enfureceu-se com a figura horrenda e mandou decapitar o infeliz artista.

Veio o segundo e, temeroso, pintou o rei também fielmente, com excepção do aberrante apêndice nasal, em cujo lugar colocou irrepreensível nariz.

O soberano, sentindo-se ridicularizado, assinou igualmente a pena capital do segundo, sem comiseração.

Chegou, então, a vez do terceiro, o qual, habilidoso, conhecendo a paixão do rei pela caça, retratou-o portando uma carabina, a atirar numa raposa.

E a coronha da arma tapava-lhe justamente o nariz.

Vendo o resultado do trabalho, o monarca sorriu satisfeito e recompensou-o generosamente.

 

 A lenda serve para ilustrar as três atitudes mais comuns em relação à verdade:  A primeira é a franqueza rude, contundente, que não hesita em expor toda a realidade dos factos, doa a quem doer. Os partidários dessa atitude podem revelar o mérito da coragem e do desinteresse, mas tiram nota zero em relações humanas.

A segunda é a hipocrisia interesseira. Os deste grupo podem revelar inteligência e ingenuidade para distorcer os factos a fim de agradar aqueles a quem desejam conquistar.

A terceira, a ideal, é a dos partidários do que podemos chamar de "verdade construtiva", evidenciando o que é útil, edificante, e desfocando os aspectos menos agradáveis da vida do próximo.

Peçamos a Deus que nos ensine a todos a grande ciência da convivência pacífica e solidária, de modo a que a nossa verdade não seja nem bisturi impiedoso que fere indiscriminadamente, nem a lantejoula da lisonja que bajula por fins escusos.

Sejamos os discípulos do bem, que evitam focalizar as falhas, trabalhando discretamente por suprimi-las."

 



publicado por Sheila às 19:42
link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De cuidandodemim a 6 de Outubro de 2009 às 13:10
Este texto ensina-nos uma coisa importante. É no equilíbrio entre a franqueza rude e a mentira interesseira que encontramos a verdade que queremos sempre praticar...
Bjns


De Sheila a 13 de Outubro de 2009 às 00:55
tens razão amiga. Compete-nos encontrar o equilibrio connosco próprios e a sintonia com os que nos rodeiam.
Beijo grande


De cumplicedotempo a 6 de Outubro de 2009 às 17:02
como se costuma dizer "viver não custa , custa e saber viver"
e a todos nos cabe encontrar o equilíbrio perfeito perante cada situação , muitas vezes costumo dizer a quem me rodeia , o mundo nem sempre necessita de ser mudado só porque somos detentores da verdade, precisa sim e de verdades que se moldem perante as suas necessidades , só assim se consegue obter harmonia , sem necessidade de falsas hipocrisias , verdades muitas vezes demasiadas cruéis e outras atitudes

beijo cúmplice minha doce amiga


De Sheila a 13 de Outubro de 2009 às 01:00
O equilibrio é tudo de facto! Assume uma importância extrema em todas as vertentes da nossa vida e do nosso ser, estar, agir, etc.
Acima de tudo há que encontrar o nosso proprio equilibrio, saber ouvir, aceitar a forma de pensar dos outros... quantas vezes outras mentes acabam por acrescentar em nós um pouco mais de sabedoria, partilha de informação. Há que se ser humilde na aprendizagem, honesto consigo próprio e ter a capacidade de aceitar a opinião dos outros quando ela é contrária à nossa!
Beijo enorme de cumplicidade :)


De comunicadoras a 6 de Outubro de 2009 às 23:57
Adorei este texto. Eu sou muito autêntica, sincera; não consigo fingir, mas com o passar dos anos e com a experiência da vida fui aprendendo que se pode ser autêntica sem magoar os outros; há maneiras delicadas de sermos francos e sinceros. Creio que aqui cabe bem a assertividade.Devemos ser assertivos no que dizemos e fazemos. Um beijinho, amiga e espero que tudo te corra pelo melhor. Até breve
Emília


De Sheila a 13 de Outubro de 2009 às 01:04
:))
Eu acabo por ser tão transparente que quando não estou bem toda a gente nota. E concordo contigo podemos ser autênticos sem magoar os outros, sem necessitarmos de mentir ou de dar um comentário só para ficar bem, basta ser-se assertivo, manter o respeito, escolher bem a forma e a postura com que dividimos a nossa opinião :)
Obrigada pelo comentário, que e mais uma vez fez toda a diferença :)
Beijinhos grandes e espero que estejas bem amiga linda :)
Sheila


Comentar post

* mais sobre mim
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!
* Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


* posts recentes

* Cats Love

* O que procuramos?

* Querida Cátia :)

* Há coisas que nos passam ...

* Estou uma lamechas...

* Há dias como o de hoje…

* Delicia :)

* 4 meses e meio :)

* Tiroidectomia Total – 2 m...

* Tiroidectomia Total

* Vida

* Adoro...

* Imprescindível...

* Amar...

* Espera...

* Arrependimentos...

* arquivos

* Maio 2013

* Novembro 2011

* Outubro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* tags

* todas as tags

* favoritos

* Chocolate

* Destino

* FoodScapes - Absolutament...

* O tempo voa...

* Escrever a Vida em Capítu...

* Afastamentos

* As Surpresas da Vida

* Momentos de Ternura

* A força da nossa vitória

* Orgasmo da Vida

* links
* Doces Miminhos
* pesquisar
 
* Doces Visitas (desde 9 MAR 2009)
Hit Counter
* Playlist


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

* Time



More Cool Stuff At POQbum.com

* Contador de Doces Refugiados
free counters
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!