Sexta-feira, 28 de Agosto de 2009
O Vale dos Sentimentos

 

 

 

Era uma vez um lugar chamado Vale dos Sentimentos e lá moravam todos os sentimentos do mundo.

Cada qual com seu nome: Alegria, Tristeza, Sabedoria, Determinação e muitos, muitos outros.

Apesar de serem muito diferentes, davam-se muito bem.

Até os sentimentos como o Orgulho, Tristeza e Vaidade não tinham problemas entre si.

Mas era lá no fundo do vale, na última casinha que morava o mais bonito dos sentimentos: o Amor.

Ele era tão bom que, quando os outros sentimentos chegavam perto dele, ficavam mudados. Isso acontecia porque de entre todos eles o Amor era o melhor.

Porém, no mesmo vale, num lugar mais afastado havia um castelo. Lá, neste castelo também morava um sentimento, só que não tinha nada de bom.

Era o lar da Raiva. E a Raiva, de tão ruim que era, não gostava dos outros moradores do vale. Por isso, quando acordava de mau humor, fazia de tudo para estragar a beleza do lugar.

Certo dia teve uma ideia. Desceu à cave da sua casa e então preparou uma poção muito esquisita e maléfica. A fumaça que se ergueu da poção tomou conta do lugar e do vale todo; e transformou-se numa tempestade como nunca se tinha visto antes!

Quando o vale se encheu de raios, chuva e vento, todos correram para se protegerem. O Egoísmo foi o primeiro a esconder-se, deixando todos para trás.

A Alegria deu risadas de alívio por se ter salvo rapidinho. A Riqueza recolheu tudo o que era seu, antes de se abrigar. A Tristeza, a Sabedoria, a Vaidade... todos conseguiram chegar às suas casas a tempo... excepto o Amor.

Ele estava tão preocupado em ajudar os outros sentimentos que acabou por ficar para trás.

Então uma coisa demasiado má aconteceu: um raio cortou os céus. Ouviu-se um estrondo gigantesco e um corpo caiu ao solo. A raiva deu a sua tarefa por cumprida e retirou-se para dormir.

Quando a tempestade passou, todos os sentimentos puderam abrir aliviados as suas janelas. Mas ao saírem, eles sentiram uma coisa diferente no ar.

- O que aconteceu com o amor? - perguntavam entre si

- Ele não se mexe; afirmou outro dos sentimentos.

- Está tão parado que até parece que morreu - exclamou outro.

Nesse momento a Tristeza começou a chorar; o Orgulho não aceitava. Disse que tudo era mentira. A Riqueza afirmava que era um desperdício e a Alegria, pela primeira vez, verteu lágrimas pelos olhos.

Foi nesse instante que uma coisa estranha começou a acontecer. Os sentimentos começaram a ter desavenças porque sem o Amor para uni-los, as diferenças apareceram.

A situação já estava bem má quando eles repararam que estavam a ser observados. Alguém que eles nunca tinham visto por ali antes. Então o estranho ajoelhou-se à frente do Amor... tocou-o calmamente... e ele abriu os olhos.

- Ele não morreu.

O amor não morreu! - gritavam os outros sentimentos.

Foi aí que todos puderam ver o rosto do estranho... o seu nome era Tempo.

Todos comemoraram, porque o Amor estava vivo e sempre estará! Porque não há nada que possa acabar com o amor, enquanto o Tempo estiver ao seu lado para ajudá-lo.

Assim a paz voltou a reinar no Vale dos Sentimentos.

O Amor e o Tempo casaram-se e tiveram três filhos. Os nomes deles são: Experiência, Perdão e Compreensão. E moram juntos hoje e para todo o sempre no Vale dos Sentimentos, bem lá no fundo daquele lugar que se chama CORAÇÃO.

 



publicado por Sheila às 12:53
link do post | comentar | favorito

12 comentários:
De Selene a 28 de Agosto de 2009 às 16:08
Lindo...
Que história maravilhosa.
Compreendi bem a moral da história...
Mts beijinhos querida amiga.


De Sheila a 29 de Agosto de 2009 às 01:42
Olá linda :)
Uma história linda e bem verdadeira sem dúvida :)
Espero que estejas bem :)
Desejo-te um excelente fim de semana
Beijinhos grandes para ti


De acriativa a 28 de Agosto de 2009 às 16:11
Simplesmente lindo! Obrigado por estas palavras era mesmo isto que estava a precisar... estava com o coração enraivecido, triste... depois de ler esta história simples, simplesmente vi que o que o meu Amor precisa neste momento é de tempo para se erguer!
Mais uma vez obrigada!
1000 bjs


De Sheila a 29 de Agosto de 2009 às 01:48
Olá
Um texto que nos toca sem dúvida, e que consegue virar os sentimentos mais nefastos e fazer prevalecer sentimentos bem mais calorosos :)
Que bom ter conseguido dar mais ânimo ao teu coração. Espero que tenhas tido um dia mais colorido. Acho que por vezes perdemos muito tempo ao valorizar a dor e o ressentimento, afinal o que todos queremos e ambicionamos é aquele equilibrio que nos dê alento e paz interior para que tudo o resto (de bom) possa fluir nas melhores condições.
Obrigada pela visita e pela simpatia
1001 beijinhoss
Bom fim de semana :)


De Marta M a 28 de Agosto de 2009 às 23:39
Kathy:
Olá!
Recebeu o meu mail?
Confirme,pf
Obrigada ;)
Marta M


De Sheila a 29 de Agosto de 2009 às 01:55
Olá Marta,
Recebi o email fica tranquila :)
O texto que enviaste para o desafio só irei publicar na altura que escolher o vencedor :) É informação "top secret "e não vamos querer influenciar outros participantes :)
Já te respondo ao email .
Beijinhos para ti

Ps: ainda tá dificil conseguires tratar-me por tu? Mas eu continuo a tratar-te por tu
Bom fim de semana amiga


De mafalda-momentos a 29 de Agosto de 2009 às 02:55
Sheila
É uma característica tua escreveres os teus textos, pelo menos muitos, "contando Histórias", com um sentido de fábula e as fábulas têm sempre o seu significado verdadeiro.
Vou acompanhando o que escreves e gosto do modo como o fazes e do que nos fazes reconhecer e lembrar, que tantas vezes no nosso dia a dia nos escapa. Ás vezes coisas tão simples, que do nada, complicamos.
Curioso que há pouco tempo encontrei também, acho que no google, um site no género.
É delicioso "ouvir-te" contar o que nos deixas escutar.
Ah! E parabéns pela iniciativa que lançaste. Achei muito interessante e é mais uma maneira de as pessoas comunicarem.
Vejo-te daqui a duas semanas que agora vou de férias.
E vou ter com certeza muita coisa boa para ler.
Beijinhos para ti.



De Sheila a 29 de Agosto de 2009 às 03:28
Olá Mafalda
Sabes as histórias têm a magia de nos envolverem... não é à toa que quando somos crianças gostamos de histórias e não nos cansamos de ler a mesma história vezes sem conta. Publico aqui textos que me transmitem mensagens, que me ensinam, que me inspiram... ao longo dos anos fui guardando tanta coisa em word que chega um momento de partilhar, além de que gosto imenso de escrever e tenho relativa facilidade em faze-lo... se o que publico ajdar de alguma forma quem me lê, acho isso excelente mesmo!
Na net há imensos sites e até blogs com estes textos, do meu lado passo tudo para português e alojo-os aqui, acima de tudo o blog é feito para mim própria, é como um baú de lembranças, ensinamentos, recordações de momentos e alentos, etc.
Desejo-te umas excelentes férias :)
Quando regressares por cá estarei!
Beijinhos para ti e obrigado pela simpatia :)


De cumplicedotempo a 30 de Agosto de 2009 às 17:43
tão belo este texto minha amiga
e bem verdade o amor esta e estará sempre em cada um de nos , pois são tantas e variadas as formas de amar que podemos explanar no nosso dia-a-dia , seja isso com a nossa cara metade , familiares ou amigos
e saber no tempo acompanhar, cuidar e alimentar este amor que temos em cada um de nos da-nos sem duvida uma melhor compreensão dos sentimentos , que feita experiência tambem nos ensina o caminho do perdão :)

beijo deste cúmplice meio ausente em fim de ferias :)


De Sheila a 2 de Setembro de 2009 às 00:01
:) um texto lindo que nos inspira :))
Já li o teu vale dos sonhos (maravilhoso! :)), mas já lá passo no teu cantinho.
Sabes acho que até no trabalho é possível explanar a nossa forma de amar, seja pela forma como trato quem me rodeia seja pela postura e dedicação dada em cada vertente do meu trabalho, seja num documento, numa apresentação, num mapa, numa reunião. Se o amor existir em nós, com base num amor próprio facilmente o explanamos no nosso dia a dia :)
Já deves ter iniciado o trabalho... desejo que o recomeço não te custe muito e que tudo corra bem :)
Parece de doidos mas se vejo este mês passado e metade de Outubro até digo que é mentira... demasiados deadlines, trabalho extra para casa que me rouba tempo para passar por aqui com a calma que desejo. Como dizia alguém... Melhores dias virão
Beijinhos doces amigo


De Iara a 26 de Maio de 2010 às 18:40
Gostei muito do teu blog ! O texto é lindo. Se puder me visite, http://sindromemm.blogspot.com


De hérika hélly a 22 de Janeiro de 2013 às 15:05
Nossaaa... Vô te falar viu choreei no finalzinho da história. Muito lindo esse poema,amoleçe até os mais duros corações.


Comentar post

* mais sobre mim
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!
* Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


* posts recentes

* Cats Love

* O que procuramos?

* Querida Cátia :)

* Há coisas que nos passam ...

* Estou uma lamechas...

* Há dias como o de hoje…

* Delicia :)

* 4 meses e meio :)

* Tiroidectomia Total – 2 m...

* Tiroidectomia Total

* Vida

* Adoro...

* Imprescindível...

* Amar...

* Espera...

* Arrependimentos...

* arquivos

* Maio 2013

* Novembro 2011

* Outubro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* tags

* todas as tags

* favoritos

* Chocolate

* Destino

* FoodScapes - Absolutament...

* O tempo voa...

* Escrever a Vida em Capítu...

* Afastamentos

* As Surpresas da Vida

* Momentos de Ternura

* A força da nossa vitória

* Orgasmo da Vida

* links
* Doces Miminhos
* pesquisar
 
* Doces Visitas (desde 9 MAR 2009)
Hit Counter
* Playlist


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

* Time



More Cool Stuff At POQbum.com

* Contador de Doces Refugiados
free counters
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!