Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010
Saudades de Ti!

 

Já que não estás mais neste mundo para ouvir as palavras que ficaram presas no meu coração, deixa-me escrevê-las para libertar as frases e as histórias que já não te poderei contar, como quem apanhou beijinhos à beira-mar toda a sua vida e os devolve agora ao mar…

 

Sabes o quanto me fazes falta?

Eras o peso que fazia equilibrar a balança dos meus dias difíceis. Eras a cafeína que dava energia às minhas horas lentas.

 

Agora que já não estás aqui para temperar as minhas emoções e sentimentos, sinto-me vazia e tenho dias em que não consigo preencher essa solidão que me submerge, tantas vezes que acordo de manhã sabendo que não voltarei a ver-te, a falar contigo, sinto-me tão triste!

 

Tenho saudades das nossas longas e produtivas conversas. Aprendi tanto contigo sabias?

 

Passaram 8 anos, sei que muitos não compreendem porque não supero a tua ausência, mas como explicar-lhes? Como fazer sentir no coração dos outros aquilo que só o meu abrange? Por incrível que pareça sempre achei que íamos ser amigos até sermos velhinhos, e continua a ser difícil aceitar que já partiste.

 

Por isso, escrevo-te esta carta, porque mesmo não existente, és o único que entenderá… o quanto me fazes falta!

 

 

Beijinho doce meu Anjo!

 

 

"E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

Miguel Sousa Tavares

 

 

 

Querido H, passaram 8 anos e não há dia que não me lembre de ti. 8 anos em que revivo a imagem do meu marido a dar-me a noticia de que o meu melhor amigo tinha falecido num acidente. Um amigo insubstituível, companheiro incansável nos momentos bons e maus. Tu que me fazes falta em cada dia que passa. Tu que não esqueço, momentos que a memória e o coração mantém vivos sempre. Onde quer que estejas eu sei e sinto que estás sempre comigo. Que me proteges, que me visitas, que continuas a cuidar de mim. Em sonhos disseste-me um dia que tinhas de partir, mas que sempre que precisasse bastava fechar os olhos e chamar por ti. Quando esta noite me deitar, vou fechar os olhos e esperar que me visites no meu sonho e me contes as tuas aventuras... como dantes quando regressavas de uma das tuas viagens e trazias a magia do conhecimento dentro de ti. A vida nunca mais foi igual sabes! No entanto e desde que te perdi, aprendi a viver com outra intensidade, com uma esperança renovada e com a vontade de viver mais intensamente cada momento. O facto de raramente me chatear com alguém ou alguma coisa devo-o a ti.

Beijo doce e terno meu querido amigo.

Até já! 

 



publicado por Sheila às 00:25
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009
Vida e Morte

 

 

É a mais pura verdade que tudo na nossa vida obedece a uma sincronicidade e que absolutamente nada acontece ao acaso. Um poste não cai por acaso. É um sinal.

Discutíamos sobre os efeitos dos nossos pensamentos e atitudes e os consequentes resultados na nossa vida. Porque as pessoas, na vida,  numa empresa, na nossa família, no nosso grupo complicam o que está fácil? Assim era a reunião que estávamos tendo.

Por que não consigo?

Porquê tanta dificuldade?

Em verdade formávamos uma cadeia enorme de porquês e mais questionamentos sobre o ciclo evolutivo da vida e a nossa necessidade de compreendê-lo dentro da empresa.

Nereu Araldi, meu amigo e escritor de vários livros, sendo que um deles vendeu mais de 250.000 exemplares - Fazer o Bem Vale a Pena - interrompeu seu silêncio dizendo: o que é que está no meio entre vida e morte?

Nos olhamos e ficamos com um semblante de dúvida. Ele repetiu: Entre vida e morte, o que tem no meio? O que realmente faz a diferença?

Não conseguimos entender... Não matámos a charada. Pacientemente ele juntou as duas palavras: VIDAMORTE. Na sequência evidenciou as letras que formam a palavra AMOR...

- Pessoal, na realidade as coisas não acontecem, os conflitos afloram, as dúvidas aumentam e os resultados tornam-se difíceis de serem obtidos, simplesmente porque as pessoas esquecem de fazer com AMOR... Agregam vaidade, poder e fazem tudo buscando satisfazer as suas exclusivas necessidades. Somos a média dos nossos pensamentos.

O que existe entre a vida e a morte é só uma coisa, o Amor. Faça tudo com ele. Dê-o a quem precisar e mesmo a quem não o quiser... Simplesmente dê. Plante Amor. O que está faltando na vida é só isso, fazer com AMOR. A morte é certa, como não sabemos quando ela virá, façamos com amor, tudo...

Este é Nereu Araldi. Faça como ele, procure fazer com AMOR. Acrescento ainda mais dizendo que, além de fazer com amor é necessário observarmos quem está connosco, ao nosso lado. A história da maçã podre é verdadeira...

 

Saul Brandalise Jr

 

Brutal!

 


tags: , ,

publicado por Sheila às 11:05
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2009
Sabes o quanto me fazes falta?

 

A jornada findou, num caminho limitado de realizações de uma alma linda que reflectiu em mim a pureza do encantamento que tinhas com as pequeninas coisas da vida.

Sempre foste um observador vivaz, nada te escapava e conseguias sempre transformar em colorido tudo o que sentias e vivenciavas.

Hoje, se ainda estivesses cá, estaríamos a comemorar o teu aniversário.

Iriamos de certo almoçar... talvez hoje fosse dia de comermos peixe... Lembraste de quando eu estava grávida, que me obrigavas a comer a horas certas e num dia era carne e no outro era peixe?

Quem dera que pudessemos voltar no tempo e traçar os nossos caminhos de forma diferente.

Sinto falta das nossas conversas, da nossa sincera e doce cúmplicidade. Sempre acreditei que a nossa caminhada seria conjunta até sermos velhinhos, mas a dada altura a jornada da vida levou-te mais cedo para o caminho divino.

Passaram 7 anos e não há dia que não te recorde. Vives e viverás sempre no meu coração.

Acredito que apesar da distância, não perdemos o nosso caminho de sonhos e ideais, continuas presente na minha vida em tudo o que faço e resta-me continuar acreditar que nos voltaremos a encontrar em qualquer lugar infinito, onde nos será permitido reatar tudo aquilo que não vivemos fisicamente.

Neste dia especial e onde quer que estejas, sorri e faz-me ver o brilho do teu olhar, sempre maroto e de gozo, mas pleno de doçura e sinceridade.

 

Fazes-me uma falta terrível!

 

Apesar da melancolia que me invade, sinto também uma doce alegria pelo aniversário da minha fofusca e doce amiga Just Moments, a quem desejo muitos Parabéns e um dia pleno de felicidade e sorrisos mágicos :) Tudo de bom para ti Linda :)

 



publicado por Sheila às 11:56
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
|

Domingo, 28 de Junho de 2009
Farrah Fawcet - Luta pela Vida...

Depois do Documentário que acabei de ver sobre a luta da Farrah Fawcet, contra um cancro do cólon, nunca mais serei a mesma pessoa...

 

 

Fácil é analisar a situação alheia e

poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e

saber o que fazer ou ter coragem pra fazer.

 

Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só.
Amar de verdade, sem ter medo de viver,

sem ter medo do depois.

Amar e se entregar, e aprender a

dar valor somente a quem te ama.

Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência,

acenando o tempo todo,

mostrando nossas escolhas erradas.

Fácil é ditar regras.
Difícil é seguí-las.
Ter a noção exata de nossas próprias vidas,

ao invés de ter noção das vidas dos outros.

 

Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.

Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo,

mas com tamanha intensidade, que se petrifica,

e nenhuma força jamais o resgata.

 

Reverência ao destino -

Carlos Drummond de Andrade

 



publicado por Sheila às 00:39
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Sexta-feira, 3 de Abril de 2009
O "fenómeno" Jade Goody

Começo por dizer que não sei se teria a coragem desta mulher, não só na sua exposição nos media, desde há alguns meses até à hora da sua partida, como na forma como encarou o seu destino. Só o consigo compreender porque deixou assegurado o futuro dos filhos e porque se calhar já não tinha mesmo nada a perder.

A história é conhecida de todos, dado o fenómeno e a popularidade que assumiu na comunicação social em todo o mundo.

 

 

Jade nasceu e cresceu numa familia disfuncional, ligada ao consumo de droga, e que segundo os media, foi o que a fez ser escolhida para o programa de reality show "Big Brother" Inglês, realizado em 2002. Foi nesta altura, provavelmente, uma das mulheres mais odiadas em Inglaterra. A sua actuação no programa referido foi pautada de bebedeiras, má educação e sexo ao vivo com colegas da casa. Viria numa seguinte fase a integrar o Big Brother de Celebridades, levando consigo a mãe, conhecida pelo vicio da droga. Mãe e filha estavam desenquadradas e eram a imagem do britânico comum, num programa onde participavam estrelas a sério. Jade foi apanhada nas malhas da sua ignorância. Com dificuldades em pronunciar o nome da estrela de filmes indianos, Shilpa Shetty, referia-se à colega de programa como "a indiana". O escândalo rebentou e até o Primeiro-Ministro foi obrigado a comentar o comportamento da cidadã do seu País. Acabou por ser este percalço a abrir-lhe as portas a outro reality show, desta vez na India: "Big Boss". E foi neste programa que veio a saber que sofria de cancro, aquela terrível doença que veio no entanto fazer com que o público se aproximasse dela de uma forma diferente, gerador de uma empatia por aquela pessoa que passa por um momento difícil.

 

 

O cancro foi motor de simpatia do público... afinal é uma doença da qual não se tem culpa, uma fatalidade na vida de qualquer um. Se o diagnóstico fosse Sida, talvez nunca tivesse tido a capacidade de vender a sua história até ao fim, afinal a Sida é uma doença que dependendo das circunstâncias acaba por ser vista como uma doença que uma pessoa criou para ela própria. A história, a decadência diária vendeu... a avidez do público por ver a desgraça alheia compôs o fenómeno, que rendeu uma fortuna e servirá para garantir o futuro dos filhos. Jade terá uma estátua erguida em sua memória, na cidade onde cresceu, pelo seu empenho em promover o rastreio do cancro do colo do útero.

 

 

Morreu no passado dia 22 de Março, dia comemorativo do Dia da Mãe em Inglaterra. Será sepultada amanhã, dia 4 de Abril, sob um ritual há muito idealizado e programado por ela.

A SIC vai transmitir, em exclusivo nacional, o documentário sobre os últimos momentos da vida de Jade. Sinceramente dúvido que venha a ver esse programa.

 

Não sei qual é a vossa opinião sobre toda esta história. Revolta-me este aproveitamento do sofrimento alheio de um ser humano. Mas ao pensar que era seu desejo só me resta aceitar e compreender que cada um de nós faz a escolha que acha melhor para as suas vidas. Resta-me relembrá-la como uma lutadora, alguém que até ao último momento não descurou os seus cuidados com os filhos e que até ao fim da sua vida lutou sempre pelos seus interesses com carinho e com a certeza que a sua partida lhes deixava o futuro garantido.

 

Desejo que descanse em paz.

Desejo que os seus filhos a recordem com muito carinho e tenham a sua coragem.

 


sinto-me:

publicado por Sheila às 19:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

* mais sobre mim
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!
* Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


* posts recentes

* Saudades de Ti!

* Vida e Morte

* Sabes o quanto me fazes f...

* Farrah Fawcet - Luta pela...

* O "fenómeno" Jade Goody

* arquivos

* Maio 2013

* Novembro 2011

* Outubro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* tags

* todas as tags

* favoritos

* Chocolate

* Destino

* FoodScapes - Absolutament...

* O tempo voa...

* Escrever a Vida em Capítu...

* Afastamentos

* As Surpresas da Vida

* Momentos de Ternura

* A força da nossa vitória

* Orgasmo da Vida

* links
* Doces Miminhos
* pesquisar
 
* Doces Visitas (desde 9 MAR 2009)
Hit Counter
* Playlist


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

* Time



More Cool Stuff At POQbum.com

* Contador de Doces Refugiados
free counters
eXTReMe Tracker
* Doces Refugiados (desde 3 ABR 2009)
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!