Quarta-feira, 3 de Março de 2010
Almas Gémeas

 

"As almas gémeas reconhecem-se sobretudo pela emoção que se gera quando as duas se encontram... Uma certa atracção magnética que não tem explicação. Percebe-se que é uma sensação diferente de todas as outras"

 

Eu acredito que todos temos uma alma gémea, uma outra metade de nós.

 

Não vejo na alma gémea a figura obrigatória de um namorado(a) ou esposo(a), mas alguém que encontramos nesta vida e sentimo-la como uma energia seguramente mais forte e para a qual não temos qualquer explicação.

Com a nossa alma gémea sentimos uma cumplicidade total, um adivinhar de pensamentos e uma sintonia no olhar confusas para o nosso lado mais racional.

O reconhecimento na nossa alma gémea não vem descrito pormenorizadamente em lado nenhum. Há que estar de espírito aberto para que a nossa energia saiba reconhecer e deixar-nos sentir a emoção dessa ligação espiritual.

 

Nunca fiz nenhum mapa karmico ou procurei pormenores sobre esta matéria ou vidas passadas. Não nego que é um assunto que me seduz, que me desperta e aguça a curiosidade. Uma parte de mim faz-me sentir que conheço a minha alma gémea e o meu lado racional esgota todos os argumentos possíveis e imaginários de como não tenho dúvidas em acreditar no que a minha emoção me transmite.

Os nossos espirítos estão sempre em sintonia e um complementa o outro e não há como negar a emoção desta fortissima e verdadeira energia!

 

"Uma alma gémea é alguém cujas fechaduras coincidem com as nossas chaves e cujas chaves coincidem com asnossas fechaduras. Quando nos sentimos seguros ao ponto de abrir as fechaduras, surge o nosso eu mais verdadeiro e podemos ser completa e honradamente quem somos. Cada um descobre a melhor parte do outro." - Richard Bach

 



publicado por Sheila às 23:42
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009
Quando as Almas se encontram!

 

 

Dizem que para o amor chegar não há dia...

Não há hora...

E nem momento marcado para acontecer.

Ele vem de repente e se instala...

No mais sensível dos nossos órgãos... o Coração.

Começo a acreditar que sim...

Mas percebo também que pelo facto deste momento...

Não ser determinado pelas pessoas...

Quando chega, quase sempre os sintomas são arrebatadores...

Vira tudo às avessas e a bagunça feliz se faz instalada.

Quando duas almas se encontram o que realça primeiro...

Não é a aparência física, mas a semelhança das almas.

Elas se compreendem e sentem falta uma da outra....

Se entristecem por não terem se encontrado antes...

Afinal tudo poderia ser tão diferente.

No entanto sabem que o caminho é este...

E que não haverá retorno para as suas pretensões.

É como se elas falassem além das palavras...

Entendessem a tristeza do outro, a alegria e o desejo...

Mesmo estando em lugares diferentes.

Quando almas afins se entrelaçam...

Passam a sentir saudade uma da outra...

Em um processo contínuo de reaproximação...

Até a consumação.

Almas que se encontram podem sofrer bastante também,

Pois muitas vezes tais encontros acontecem...

Em momentos onde não mais podem extravasar...

Toda a plenitude do amor...

Que carregam, toda a alegria de amar...

E de querer compartilhar a vida com o outro,

Toda a emoção contida à espera do encontro final.

Desejam coisas que se tornam quase impossíveis,

Mas que são tão simples de viver.

Como ver o pôr-do-sol...

Ou de caminhar por uma estrada com lindas árvores...

Ver a noite chegar...

Ir ao cinema e comer pipocas...

Rir e brincar...

Brigar às vezes,

Mas fazer as pazes com um jeitinho muito especial.

Amar e amar, muitas vezes...

Sabendo que logo depois poderão estar juntas de novo...

Sem que a despedida se faça presente.

Porém muitas vezes elas se encontram em um tempo...

E em um espaço diferente...

Do que suas realidades possam permitir.

Mas depois que se encontram...

Ficam marcadas ... tatuadas...

E ainda que nunca venham a caminhar para sempre juntas...

Elas jamais conseguirão se separar...

E o mais importante ...

Terão de se encontrar em algum lugar.

Almas que se encontram jamais se sentirão sozinhas...

Porquanto entenderão, por si só, a infinita necessidade...

Que têm uma da outra para toda a eternidade.

Paulo Fuentes

 



publicado por Sheila às 12:24
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

* mais sobre mim
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!
* Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


* posts recentes

* Almas Gémeas

* Quando as Almas se encont...

* arquivos

* Maio 2013

* Novembro 2011

* Outubro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* tags

* todas as tags

* favoritos

* Chocolate

* Destino

* FoodScapes - Absolutament...

* O tempo voa...

* Escrever a Vida em Capítu...

* Afastamentos

* As Surpresas da Vida

* Momentos de Ternura

* A força da nossa vitória

* Orgasmo da Vida

* links
* Doces Miminhos
* pesquisar
 
* Doces Visitas (desde 9 MAR 2009)
Hit Counter
* Playlist


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

* Time



More Cool Stuff At POQbum.com

* Contador de Doces Refugiados
free counters
eXTReMe Tracker
* Doces Refugiados (desde 3 ABR 2009)
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!