Sábado, 6 de Novembro de 2010
As Recordações

 

Os espaços que percorremos no passado, com as diferenças próprias do passar do tempo, fazem-nos relembrar os passos já percorridos.

Ao revisitarmos lugares por onde já passámos leva a que a memória do tempo passado nos faça recordar o que vivemos.

É certo que nada é igual ao que já foi, mas o recordar do que passámos em determinado sitio obriga-nos a rever o caminho percorrido até ao nosso presente.

 

Isto acontece-me sempre que passo em frente à minha antiga escola primária, quando visito o liceu em altura de eleições, quando vou a um restaurante em Coimbra em que atravesso a pé o parque da cidade (e onde tantas vezes namorei no banco de jardim), quando me cruzo com um carro que já foi meu, quando volto a um café onde noutros tempos era ponto de encontro com determinados amigos ou noutro e qualquer lugar por onde a minha vida passou.

 

Algo de semelhante acontece quando revemos pessoas que fizeram parte do nosso percurso e que nos fazem recordar o que aprendemos com elas ou o que entretanto aconteceu nos nossos percursos de vida. É assim quando revemos um amigo de infância, um antigo professor, um daqueles desconhecidos que partilhavam diariamente um comum espaço connosco, um antigo chefe, uma paixão antiga e todas aquelas pessoas que ao longo da nossa vida nos deixaram uma pequena marca de vida.

 

Além dos locais e das pessoas, existem ainda outras lembranças que nos podem fazer acordar a memória do nosso passado. Os enfeites de Natal lembram outras épocas natalícias vividas, uma música que volta a passar no rádio pode fazer recordar outros momentos marcantes da nossa vida, uma fotografia perdida que encontramos num livro ou numa gaveta, um livro perdido na estante com uma determinada dedicatória, uma determinada peça de roupa que comprámos numa viagem ou qualquer outra coisa que toque de alguma forma as nossas recordações.

 

Recordar é rever o que aconteceu a uma distância que nos permite olhar o que aconteceu de forma bem mais serena e calma, nem sempre mais imparcial, nem sempre menos emotiva, mas sempre de uma forma menos urgente do que no momento em que vivemos aquilo que agora recordamos.

 

O momento presente é sempre muito mais urgente do que aquilo que vai aparentar ser quando no futuro o olharmos na perspectiva de momento passado.

 

Dizem que recordar é viver, mas mais do que isso acho que recordar é conseguir aprender calmamente com o que foi vivido intensamente no passado.

 



publicado por Sheila às 19:20
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De Caminhando... a 7 de Novembro de 2010 às 00:50
Olá Sheila!

Venho deixar-te aqui um beijinho grande e, espero que esteja tudo bem por aí.

Tudo de bom


De Sheila a 12 de Novembro de 2010 às 20:14
Minha Doce Joaninha :)

Desculpa só responder-te hoje.
Tão bom o teu beijinho e daqui de Coimbra também te envio muitos beijinhos doces . As coisas vão correndo, a rotina normal, e que assim continue que é bom sinal :) Contigo também espero que ande tudo bem assim como com a tua familia :)
Beijo enorme e pleno de mimos


De verdesperanca a 7 de Novembro de 2010 às 21:41
Este texto tem intensidade e revejo-me muito nele.
Sou muito nostálgica face a lugares, pessoas...
Não penso muito no que fiz, penso mais no que faço mas não deixo de aprender com o que passei e com o que vi passar...
Bjs doces, boa semana.


De Sheila a 12 de Novembro de 2010 às 20:17
Sabes eu tenho fases de nostalgia e que me batem com mais intensidade quando ando mais em baixo ou saudosista. Há de facto lugares e pessoas que nos marcam ao longo da vida... o que me entristece é quando pensamos que passou e não volta nunca mais, apenas se mantém na nossa recordação.
Eu penso muito no que quero ainda fazer... e traço objectivos para concretizar... por vezes não se consegue, paciência! Mas acima de tudo é preciso manter a esperança nos nossos sonhos :)

Beijo doce enorme e o desejo de um bom fim de semana :)))


De MIGUXA a 8 de Novembro de 2010 às 19:04
Sheila,

Querida Amiga,

É tão bom recordar...ou quem sabe tão mau...é sobretudo delicioso poder acreditar que o futuro vai ser melhor que tudo o que já vivemos...

Beijinhos doces
Margarida


De Sheila a 12 de Novembro de 2010 às 20:21
Meu doce

É bom recordar, sobretudo, as coisas boas. Das más tento tirar aprendizagens e faço por esquecer.
Nem sempre tenho a capacidade de achar que o futuro vai ser melhor, mas faço por merecer que a vida me retribua o bom do que faço de bem. Acima de tudo valorizo muito coisa na minha vida, não me canso de dizer a determinadas pessoas o quanto gosto delas, e não há melhor sentimento que este.

Beijinhos doces para uma doçurinha linda


Comentar post

* mais sobre mim
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!
* Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


* posts recentes

* Cats Love

* O que procuramos?

* Querida Cátia :)

* Há coisas que nos passam ...

* Estou uma lamechas...

* Há dias como o de hoje…

* Delicia :)

* 4 meses e meio :)

* Tiroidectomia Total – 2 m...

* Tiroidectomia Total

* Vida

* Adoro...

* Imprescindível...

* Amar...

* Espera...

* Arrependimentos...

* arquivos

* Maio 2013

* Novembro 2011

* Outubro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* tags

* todas as tags

* favoritos

* Chocolate

* Destino

* FoodScapes - Absolutament...

* O tempo voa...

* Escrever a Vida em Capítu...

* Afastamentos

* As Surpresas da Vida

* Momentos de Ternura

* A força da nossa vitória

* Orgasmo da Vida

* links
* Doces Miminhos
* pesquisar
 
* Doces Visitas (desde 9 MAR 2009)
Hit Counter
* Playlist


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

* Time



More Cool Stuff At POQbum.com

* Contador de Doces Refugiados
free counters
eXTReMe Tracker
* Doces Refugiados (desde 3 ABR 2009)
Vamos concretizar um sonho! Vota Luís Pingu Monteiro!